Crescer, aumentar o faturamento e conquistar novos mercados são desejos de qualquer empreendedor. Porém, avaliar o momento correto para investir no crescimento da empresa não é fácil. Alguns sinais, no entanto, podem evidenciar que está na hora de expandir os negócios. Neste artigo trazemos os principais indícios que ajudarão sócios e gestores a tomar esta decisão.

 

Sinais de que sua empresa pode crescer

Fonte da imagem: assets.entrepreneur.com

 

1 – A empresa está financeiramente estável

A empresa atingiu estabilidade financeira, com fluxo de caixa sólido, a ponto de sobrar dinheiro em caixa. Certamente este é um fator importante a ser considerado na decisão de expandir o negócio. Contudo, é importante analisar também outros fatores em conjunto, os quais abordaremos nos próximos tópicos.

2 – Você não está dando conta dos pedidos que chegam

Chegou aquele momento em que você não consegue mais atender tantos pedidos. Antes de decidir investir recursos com novas contratações e expansão do espaço físico, é importante entender os motivos que levaram ao crescimento da demanda. Três situações merecem atenção especial:

1 – Seu preço é muito abaixo daquele praticado pelo mercado?

Cuidado com margens pequenas. Empresas com estruturas enxutas podem oferecer produtos/serviços baratos e mesmo assim perceberem lucros razoáveis. Num cenário de crescimento, os custos fixos aumentam, obrigando muitas vezes os administradores a reverem os preços praticados. Se o preço for o principal diferencial competitivo, a decisão de crescer pode custar a sobrevivência do negócio.

2 – Melhora recente do cenário macroeconômico

A economia pode ter melhorado e as pessoas estão propensas a consumir e gastar, aumentando a demanda. Caso esta melhora seja muito recente, convém aguardar um pouco antes de pensar em expansão. É fundamental entender se esta melhora na economia é apenas algo passageiro. Não são raras as situações históricas onde empresas, assim que percebem uma melhora recente da economia, optam por investir e expandir, com consequente aumento da estrutura e custos. Em caso de retração da economia a demanda voltará para os níveis anteriores, porém os custos na nova estrutura não.

3 – O que está crescendo? Sua empresa ou seu segmento?

É importante identificar se o que está crescendo é a empresa ou o segmento como um todo. É mais seguro expandir a empresa em segmentos que estão crescendo, pois pode não haver sustentabilidade caso o ambiente esteja favorável apenas para sua empresa, especialmente se for algo pontual.

3 – Você sente necessidade de contratar pessoas qualificadas

Você sente a necessidade de delegar tarefas e não consegue mais administrar sozinho. Surgiu também a necessidade de contratar pessoas mais qualificadas e estratégicas para o negócio. Este é um forte indício de que sua empresa está pronta para crescer.

4 – Seus clientes são leais

Clientes leais não só lastreiam o crescimento de uma organização como também são poderosos termômetros da qualidade da administração. Antes de tomar a decisão de crescer, analise com cuidado a fidelidade de sua base de clientes. Procure trabalhar bem a fidelização antes de tomar qualquer decisão de expandir.

5 – Necessidade de novos indicadores

No início de qualquer negócio é comum os sócios terem todos os números “na cabeça”. Nesta fase, relatórios e indicadores despertam pouco ou nenhum interesse. A partir do momento em que os números começam a se perder e surge a necessidade de KPIs (Key Performance Indicators) mais elaborados é por que o negócio está clamando para dar um passo a frente.

6 – Você é apaixonado pelo que faz

No esboço deste artigo, o título original deste tópico era “Você entende do que faz?”. Porém, a palavra “paixão” é mais poderosa. Um indivíduo apaixonado naturalmente se envolve com a sua paixão. Não é diferente no mundo dos negócios.

O esforço mental e físico exigidos para que um negócio seja bem sucedido é algo que só vale a pena se o gestor gostar muito do que faz. É impossível reunir a energia necessária para buscar a excelência em qualquer campo sem gostar muito do que faz.

7 – Sua empresa cultiva uma cultura organizacional

Pergunte ao seu funcionário: O que a empresa faz?

São frequentes as situações em que os próprios sócios não sabem responder a essa pergunta. A resposta parece ser simples, mas provoca o afloramento de uma série de conceitos corporativos deixados de lado pela maioria dos empreendedores: missão, visão, valores, posicionamento, etc.

É muito mais fácil respondê-la se a empresa cultiva e trabalha a sua cultura organizacional. É a cultura organizacional que delineará os hábitos, crenças, valores, comportamentos e políticas internas. Ela exerce forte influência sobre a motivação e produtividade dos funcionários, minimiza conflitos internos e une todos em busca dos objetivos do negócio.

Sua empresa já desenvolveu uma cultura interna? Então é um forte indício de que está no caminho certo com bases sólidas para o crescimento.

8 – Você sabe por que está tendo sucesso

Afinal, você sabe exatamente por que sua empresa está indo bem? Quais atitudes foram tomadas no passado que resultaram no sucesso de hoje? O resultado positivo foi fruto do acaso ou de um planejamento estratégico?

É possível que a empresa esteja bem por motivos alheios à capacidade de gestão dos sócios. Se este for o caso, muito provavelmente o sucesso da empresa é passageiro. Nesta situação, optar por expandir pode ser uma decisão equivocada.

Procure entender o passado da empresa e os motivos que a levaram ao sucesso antes de tomar a decisão de expandir os negócios.

9 – Sua empresa possui processos e controles internos

Crescer quase sempre exige contratar mais pessoas. São novos profissionais que desconhecem a dinâmica de sua empresa. Como será esta adaptação? A empresa já possui processos consolidados? Os controles existentes são suficientes?

É muito comum, principalmente em pequenas empresas, que o operacional seja uma extensão do braço de um ou dois funcionários experientes (muitas vezes os próprios sócios). Num cenário de crescimento, onde estes funcionários mais experientes não poderão supervisionar todos os novos contratados, problemas operacionais surgirão, com impactos diretos na qualidade dos produtos e serviços oferecidos. Procedimentos internos bem desenhados servirão como um guia para os novos profissionais.

Uma organização que pensa em crescer precisa ter procedimentos e controles consolidados.

10 – Sua empresa segue um plano

Este deveria ser o tópico inicial deste artigo, porém foi deixado propositalmente para o final. A ideia é que os tópicos anteriores deixassem clara a necessidade de um planejamento estratégico. Afinal, como optar por investir no crescimento de uma empresa sem um planejamento estratégico? É fundamental ter a percepção de que a empresa chegou onde está por um planejamento estratégico e não pelo acaso ou por sorte. É muito importante entender os erros e acertos do passado para nortear as decisões futuras. Como saber tudo isso e buscar crescimento sem um plano desenhado desde o início?