O que é Networking e qual sua importância?

Networking significa criar e manter uma rede de relacionamentos (contatos) entre indivíduos que possuem perfis ou interesses comuns. Estes indivíduos atuam na rede de relacionamentos compartilhando informações e cooperando entre si. A rede de contatos (Networking) serve como um suporte e estímulo para que as pessoas que dela fazem parte cresçam profissionalmente e pessoalmente.

Criar e manter uma rede de relacionamentos é importante, principalmente no âmbito profissional, onde cada vez mais as oportunidades são oferecidas por conexões e pessoas próximas.

Mas como criar e manter o Networking? Abaixo mostramos algumas dicas:

 

Networking: Dicas para criar e manter um

Fonte: entreelasnh.com.br

 

1 – Manter o Networking requer disciplina

Networking é uma prática, um exercício constante. Montar uma rede de contatos exige esforço e dedicação. Manter esta rede exige disciplina. Depende exclusivamente de você organizar-se e trabalhar seus contatos. É importante manter uma frequência de conversa com todas as pessoas de sua rede para que você sempre seja lembrado e valorizado.

2 – Lembre-se: Todos somos tímidos

A timidez é o grande obstáculo para o cultivo do Networking. Tentar uma conexão ou aproximação com desconhecidos pode parecer um grande problema. E é! Todos nós temos graus de timidez, que variam conforme o dia, a situação e até mesmo nosso humor.

 

Vencer a timidez para fazer networking

Fonte: bomhomem.com

 

É claro que existem pessoas mais extrovertidas e outras muito introvertidas. Existem técnicas e cursos para trabalhar a timidez. Por isso é importante o autoconhecimento e a percepção de que Networking é um exercício, onde a timidez e outros obstáculos devem ser trabalhados e superados.

Veja neste artigo algumas técnicas de como vencer a timidez no trabalho

3 – Eventos e Workshops

Eventos, palestras e workshops relacionados à sua área de atuação são importantes para que você se mantenha atualizado e também para cultivo do Networking. Estes eventos geralmente reúnem uma plateia seleta e qualificada de bons profissionais. Dependendo do evento, o público ali presente já foi “filtrado” e é integrado por conexões altamente valiosas. A grande vantagem é que você estará inserido no mesmo “patamar”, como ouvinte, e uma aproximação com essas pessoas é mais natural. Aproveite o coffe break para um bate papo descontraído e troque cartões.

 

Eventos e Workshops fortalecem o Networking

Fonte: swipeclock.com

 

4 – Ambientes de trabalho compartilhados

Já é tendência no mundo corporativo ambientes de trabalho amplos e abertos que favoreçam o trabalho colaborativo e a aproximação das pessoas. Cada vez mais as empresas estão eliminando as divisórias, separações e salas isoladas para dar espaço a bancadas compartilhadas em ambientes contínuos e abertos. É assim em muitos escritórios de Coworking, por exemplo, onde o ambiente é compartilhado entre várias empresas e profissionais. Esse compartilhamento favorece o Networking entre os profissionais que ali trabalham. Em alguns casos, as áreas comuns dos escritórios que oferecem este tipo de serviço, são feitas de forma a estimular o Networking, com decoração mais descontraída.

Dependendo do modelo de trabalho de sua empresa, ou se você é um profissional autônomo, optar por trabalhar em um escritório de Coworking, além de outras vantagens, pode também impulsionar consideravelmente sua rede de relacionamentos.

 

Escritórios Compartilhados aproximam as pessoas

 

5 – Diga “sim” a novas conexões

É comum nos acomodarmos na rotina pessoal e profissional e nos fecharmos para coisas novas. Seguir o tradicional e conhecido caminho parece muito mais seguro e confortável. Aceitar aquele convite para um almoço, uma festa, evento ou um simples cafezinho é para muitos um sacrifício a ser evitado ou perda de tempo. Porém, são nesses encontros que novas oportunidades são colocadas a nossa frente.

Experimente dizer “sim” a tudo que lhe for apresentado, especialmente novas conexões. É claro que não estamos considerando aqui atividades ilegais ou que representem riscos elevados. A ideia é aceitar aquele convite para um happy hour, um almoço ou fazer aquela reunião há muito tempo postergada com novos parceiros, etc.

O que pode parecer perda de tempo ou distração mostrar-se-á como uma nova experiência. No mínimo um aprendizado novo você ganhará. Tenha certeza que seu Networking agradece!

 

Networking: Dicas para criar e manter

Fonte: entrepreneur.com

 

6 – Foco

Como tudo na vida, é importante focar e priorizar.

Procure relacionar-se com pessoas que de fato agreguem valor na busca de seus objetivos. Mantenha o foco em suas metas profissionais.

Ao cultivar o Networking, naturalmente sua rede de contatos crescerá. Suas conexões aumentarão. Será impossível dedicar a mesma atenção a todos. Saiba priorizar aqueles que você quer mais próximo.

7 – Networking nas redes sociais

Manter-se conectado não é fácil. Considerando ainda a grande variedade de redes sociais existentes e tantas outras surgindo, é difícil manter todos os perfis e timelines atualizados. Como fazer? Como usar as redes sociais para trabalhar o Networking?

Muitas pessoa não tem tempo para manter uma vida virtual ativa nas redes. Outras preferem não se expor. Porém, as redes mostram-se como uma excelente ferramenta para manter o Networking mesmo nessas situações.

 

Social Media Networking

Fonte: smartbugmedia.com

 

Não é necessário ficar postando fotos ou textos a cada minuto no Facebook ou Instagram. Também não é preciso participar de todas as redes existentes. Se você é mais focado no profissional, escolha apenas as mídias com esse perfil (Ex.: LinkedIn). O importante é ter um “pé” em uma rede social com grande alcance, onde a maioria de seus amigos, familiares e colegas estejam presentes.

De vez em quando curta fotos de seus amigos. Faça um comentário em um dos  posts de seu colega. Curta uma página ou notícia de seu interesse. Perceba que nenhuma destas ações requer tempo ou exposição. Parece pouco, mas uma simples curtida ou comentário em um post de um conhecido terá grande valor para ele. E desta forma você será sempre lembrado, mantendo sua conexão.

8 – Esteja preparado para falar, mas antes…OUÇA !!

Prepare-se para as oportunidades. Mantenha-se atualizado sobre os principais assuntos e novidades de sua área. Você perceberá que, uma vez preparado e confiante, até sua timidez será um obstáculo superado.

Chegar em um encontro ou reunião com o tema dominado faz toda a diferença e trará a calma e a confiança necessária para uma discussão produtiva. Seu novo contato lhe valorizará e, provavelmente, desejará encontrá-lo novamente. Ou ainda, lhe indicará para outra conexão.

Mas cuidado! O maior erro em uma nova abordagem é falar mais do que ouvir. Ouça o que seu novo contato tem a dizer e, aos poucos, sutilmente, mostre seu valor e compartilhe suas informações.

Trabalhe sua empatia e coloque-se sempre no lugar do outro. Fortaleça sua habilidade de perceber as emoções do próximo, para então escolher melhor as palavras e o momento de falar.

 

Ouvir para falar

Fonte: udemy.com